Atletismo – CNac. Juniores – Marinha Grande – 8 e 9 Julho de 2017

Denil - Triplo Salto

Picture 1 of 3

 

A Casa do Povo de Corroios conquista mais 3 Medalhas para o Seixal.

Com uma delegação de apenas três Atletas, Denil Baía (Comprimento e Triplo), Lara Glória (3.000 m/Obst.) e Herodes Santo (100 m), a Casa do Povo de Corroios, esteve de novo em grande evidência nos Campeonatos Nacionais de Juniores, ao arrecadar três Medalhas, duas de Prata por Denil Baía e uma de Bronze por Lara Glória, alem de um excelente resultado (finalista nos 100m com 11,00”) por Herodes Santo.

Denil Baía, já qualificado para o Campeonato da Europa de Juniores (20 a 23 JUL/17 em Grosseto – Itália) lutou, tanto no Comprimento como no Triplo, até ao último salto pela medalha de ouro, vendo escapar o Título de Campeão Nacional no Salto em Comprimento apenas por 1 cm (6,97 m contra 6,98 m do vencedor), acabando por subir ao Pódio no 2º lugar em ambas as Provas, resultado muito bom, mas que para ele já sabe a pouco. De salientar os 15,01 M na Prova de Triplo é Record Regional de Juniores.

Já a Medalha da Lara Glória, não fazia parte das previsões das demais adversárias nem do público em geral. Apenas ela alimentava grandes esperanças e sonhava com a primeira Medalha em Campeonatos Nacionais e eu também sabia que era possível, pois a Lara está na sua melhor forma de sempre, bastava que os nervos não a atraiçoassem e assim a conseguisse por toda a sua valia em Pista. Foi isso que aconteceu e por isso foi uma Medalha muito saborosa, pois foi muito sofrida, com um início de Prova a um ritmo duro, que a fez descolar dos lugares de Pódio, mantendo-se sempre em 4º lugar até três voltas do fim, altura em que atacou forte, alcançando o tão esperado 3º lugar e até acabando por se aproximar bastante das duas da frente que lutavam pelo 1º lugar, ficando apenas a 15” da vencedora. Apesar dos 3.000 m/Obst. não ser a Prova favorita da Lara, este resultado é mínimos para os Campeonatos Nacionais de Esperanças e Campeonatos de Portugal e se ela vier a apostar a sério nesta disciplina para o próxima ano, acredito que esta Medalha possa ser a primeira de muitas que se seguirão, talvez já na próxima época.

O Herodes Santo, não trouxe Medalha, mas trouxe certamente mais confiança, pois a Prova de 100 M é das mais difíceis de se ganhar e é aquela em que todos os pormenores e detalhes contam. Na Pista Coberta já o Herodes tinha demonstrado, ao ser 4º Classificado na Final, que estava entre os melhores Juniores Nacionais e desta vez ao Ar Livre confirmou isso mesmo ao ser 2º na sua série com 11,00”. Na final não conseguiu ir além do 8º lugar, porque como atrás referi, todos os detalhes contam e o Herodes depois do esforço da meia-final ressentiu-se de uma dor nas virilhas, que já o vem a apoquentar há alguns meses (devido ao mau estado do Piso da Pista Carla Sacramento) e o tem condicionado bastante nos treinos.

RESULTADOS:

  • DENIL BAÍA – 2º Classificado no Salto em Comprimento (6,97M) e 2º Classificado no Triplo Salto (15,01 M – RR)
  • LARA GLÓRIA – 3ª Classificada na Prova de 3.000 M/OBST. (11’ 23,01”)
  • HERODES SANTO – 8º Classificado nos 100 M (11,00”)